Morreu neste domingo, 24, o ex-deputado estadual Eduardo Chuahy, aos 87 anos, por infarto. Presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) em 1986, Chuahy foi cassado em 1964, quando era capitão do Exército. Defensor do ex-governador do Rio, Leonel Brizola, também foi secretário da Fazenda na gestão de Marcello Alencar.

Em nota, a Alerj lamentou o seu falecimento. É com profundo pesar que a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) lamenta a morte do ex-deputado estadual e ex-presidente da Casa, Eduardo Chuahy, neste domingo (24/01), por infarto. Chuahy presidiu a Casa em 1986″. Presidente da Casa, o deputado estadual André Ceciliano (PT) afirmou que Chuahy foi um “homem público aguerreido e fiel aos seus princípios. “Fica para nós a memória de um homem público aguerrido e fiel aos seus princípios, de democracia e respeito ao ser humano. Lamentamos sua morte e ofertamos nossas condolências à família”, disse o petista.