A deputada estadual Janaina Paschoal usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) para relatar que está sendo constrangida por deputado da mesma casa. “Foram quatro situações que eu consegui delinear. Quando alguém está segundo uma pessoa, está estudando seus passos, por inteligência, se imagina que ela vai disfarçar. Quando pessoa faz de um jeito para perceber que está na sua cola, isso vira intimidação e eu não vou admitir”, disse. Janaina Paschoal promete arrebentá-lo na Assembleia Legislativa de São Paulo. “Uma pessoa que chegou até onde eu cheguei com a trajetória que eu tenho não abaixa cabeça para ninguém. Antes de me destruir eu vou arrebentar, eu vou arrebentar. Eu já avisei a pessoa diretamente, não vou falar o nome da pessoa para ninguém, mas quem está colaborando, passando os meus passos vai ser destruído junto”, disse.

A parlamentar do PSL descarta disputar qualquer cargo na mesa diretora, sob justificativa de poder trabalhar tranquila. “Porque eu também sei ser o cão. Essa pessoa teve meu respeito até sexta-feira. Essa pessoa usufruiu da minha confiança, passava por minha amiga, eu não vou falar o nome, mas se ela continuar eu vou tomar providências e quem estiver do lado vai cair junto. Eu não vou ser intimidada no meu ambiente do trabalho. A pessoa quer subir para sugar dinheiro dos cargos, para sugar o dinheiro das verbas, para se perpetuar no poder. Uma pessoa que não tinha condições de ter sequer um mandato, se elegeu com o voto dos outros, se elegeu com os meus votos. Vai sair, não vai ser reeleito para o próximo e se bobear perde o mandato atual, porque mexeu com o cão, é só um aviso”, afirmou. Pelas declarações, o deputado em questão também é do Partido Social Liberal (PSL) e, caso não mude o comportamento, será denunciado pela deputada estadual.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos