O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) acompanhou do Palácio do Planalto toda a movimentação desta segunda-feira, 01, no Congresso Nacional para eleger os presidentes da Câmara dos Deputados e Senado Federal. Durante conversa com apoiadores, ele não perdeu a oportunidade de alfinetar o deputado Rodrigo Maia (DEM) que, segundo ele, nos dois primeiros anos de governo, atrapalhou mais que ajudou. “Seja feliz. Tudo acaba um dia, meu mandato vai acabar um dia. Devemos que preparar para esse momento aí.”

Bolsonaro mais uma vez admitiu que criar uma nova legenda, o Aliança pelo Brasil, está sendo uma tarefa mais difícil do que o previsto inicialmente. Por isso, ele já admite que para disputar a reeleição no ano que vem será necessário buscar uma alternativa. Quando as assinaturas começaram a ser recolhidas, o presidente e os advogados apostavam na criação da nova legenda em poucos meses. O presidente disse que não há razões para preocupação, no entanto, porque há tempo ainda suficiente para buscar um novo caminho.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin