Durante uma entrevista concedida à revista ‘Veja’, o ex-secretário de Comunicação da Presidência Fabio Wajngarten afirmou que o governo federal foi incompetente para gerenciar as compras das vacinas contra a Covid-19. O áudio da entrevista foi divulgado nesta quarta-feira, 12, após solicitação dos membros da CPI da Covid-19. Em depoimento à CPI ainda nesta tarde, questionado pelos senadores sobre as afirmações que fez à revista, Wajngarten tentou se explicar suavizando a colocação. Ele disse à comissão que, ao falar de “incompetência”, estava se referindo à “burocracia” e “morosidade da administração pública” nas negociações dos imunizantes. Por supostamente “mentir” em seu depoimento, o relator Renan Calheiros alegou que pedirá a prisão do ex-secretário de Comunicação da Presidência.

“Incompetência, incompetência. Quando você tem um laboratório americano com cinco escritórios de advocacia apoiando uma negociação e você tem do outro lado um time pequeno, tímido, sem experiência, é 7 a 1”, disse Wajngarten no áudio divulgado. Segundo a ‘Veja’, na entrevista concedida em 22 de abril deste ano, o ex-secretário citou a suposta falha do governo federal após ser questionado se houve incompetência ou negligência do Ministério da Saúde para avançar as negociações relativas à compra das vacinas da Pfizer.