O prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nesta terça-feira, 4, após o sangramento que teve no estômago ser estancado. Agora, ele aguarda a vaga por um leito na unidade semi-intensiva do Hospital Sírio-Libanês, no centro da capital paulista – onde está internado desde o último domingo, 2 e permanecerá sem previsão de alta. “Entendemos o sangramento como evento pontual. Faz parte do acompanhamento de doentes crônicos que tenham eventos pontuais. No caso, foi um sangramento gástrico, mas poderia ter sido uma infecção ou qualquer outra contingência. Como tal, este procedimento foi enfrentado. Foi enfrentado o sangramento, foi estancado o sangramento, o paciente foi para uma unidade de terapia intensiva e acaba de ter alta”, afirmou o infectologista David Uip, um dos responsáveis pelo tratamento do prefeito, durante a coletiva de imprensa convocada para atualizar o estado de saúde de Covas.

*Mais atualizações em instantes