Neste domingo, 29 de novembro, eleitores de 57 cidades brasileiras vão às urnas novamente para escolher os próximos prefeitos de seus municípios. Seguindo as regras da Constituição, o 2° turno das eleições municipais acontece em cidades com mais de 200 mil eleitores em que, no primeiro turno, nenhum dos candidatos obteve maioria absoluta dos votos válidos. Ao todo, são 21 estados das cinco regiões do país com votação neste domingo, sendo que 18 capitais contam com a segunda fase da disputa. Lembrando que em Macapá, capital do Estado do Amapá, a eleição municipal foi adiada pelos problemas de falta de energia elétrica que afetaram a cidade. No município, o pleito 2020 deve acontecer nos dias 6 e 20 de dezembro, sendo, respectivamente, o primeiro e o segundo turno eleitoral. Confira abaixo a cobertura especial da Jovem Pan sobre o 2° turno das eleições municipais 2020 pelo país.


7:50 – Para justificar ausência, eleitores devem usar aplicativo e-Título

Os eleitores que estejam fora de seu domicílio eleitoral neste domingo devem justificar a ausência do voto. Seguindo as indicações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os cidadãos devem, preferencialmente, utilizar o aplicativo e-Título para a justificativa. Neste domingo, o cadastro no aplicativo está suspenso por determinação do Tribunal, medida que busca minimizar possíveis sobrecarregamentos do aplicativo. No entanto, os eleitores terão o prazo de 60 dias para justificar a ausência eleitoral. A partir desta segunda-feira, 30, o cadastro no e-Título estará novamente liberado. Lembrando que o voto é obrigatório e, o não comparecimento no dia da eleição ou a não justificativa, podem render ao eleitor uma multa e até a suspensão de alguns direitos civis como a participação em concursos públicos, emissão do passaporte ou carteira de identidade, entre outras penalidades.


7:32 – São Paulo – Ex-presidente Michel Temer vota em SP

Ex-presidente da República Michel Temer vota na Pontifícia Universidade Católica (PUC), em São Paulo. Temer faz parte do grupo de risco e aproveitou a abertura das urnas para ir ao colégio eleitoral.


7:22 – Minas Gerais – Urna eletrônica apresenta falha técnica

Um urna eletrônica de uma zona eleitoral em Contagem, Minas Gerais, apresenta problemas. O equipamento eletrônico apresentou falhas técnicas para emissão da zerésima, documento emitido pela urna que, segundo o TSE, “atesta que a preparação daquela urna foi adequada, ou seja, que todos os eleitores e candidatos incluídos na preparação estão corretos e que não há nenhum voto contabilizado”. A urna eletrônica está sendo reiniciada e, no momento, os eleitores aguardam a resolução do problema ou substituição do equipamento.


7:10 – São Paulo – Pesquisas mostram vantagem confortável de Covas sobre Boulos

Na noite deste sábado, 29, Ibope e Datafolha divulgaram suas últimas pesquisas de intenção de voto para a Prefeitura de São Paulo antes da eleição. A liderança do atual prefeito Bruno Covas (PSDB) sobre Guilherme Boulos, candidato do PSOL para a disputa, é confortável em ambos os levantamentos. No Ibope, o tucano tem 57% dos votos válidos contra 43% do psolista. O Datafolha mostra que a vantagem de Covas é de 10 pontos percentuais: 55 a 45%.


7:03 – Veja o que levar e o que não levar para votar

Assim como no primeiro turno das eleições 2020, os eleitores devem ficar atentos com os documentos exigidos. Para votação é necessário comparecer a seção eleitoral levando um documento oficial com foto, máscara e a própria caneta para assinar o caderno de votação – evitando o compartilhamento de objetos e a disseminação do novo coronavírus. É permitido levar uma anotação com os números de seus candidatos. Não é permitido entrar ou usar o celular na cabine de votação. Também são proibidas máquinas fotográficas, filmadoras ou quaisquer instrumentos que possam comprometer o sigilo do voto. Boca de urna, uso de camisetas de campanha, alto-falantes e amplificadores de som também não são permitidos. Broches e adesivos estão liberados.


7:00 – Início da votação para o 2° turno

Começa agora o período de votação para o segundo turno das eleições municipais de 2020. Lembrando que, seguindo as recomendações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as três primeiras horas são preferenciais para idosos. A medida busca proteger pessoas pertencentes ao grupo de risco da Covid-19. Para todos os eleitores, o uso da máscara de proteção é obrigatório durante a votação e permanência nas seções eleitorais.


6:55 – Idosos fazem filas nas seções eleitorais

Minutos antes da abertura dos colégios eleitorais, idosos já fazem filas em locais próximos aos principais centros de votação do país. Assim como no 1° turno, eleitores com mais de 60 anos terão prioridade para votação das 7h às 10h. No entanto, os demais eleitores não serão impedidos de votar. Na cidade de São Paulo, em seção eleitoral na região de Higienópolis, cerca de 50 pessoas aguardavam a abertura dos portões. Eleitores usavam máscaras de proteção e, alguns deles, carregavam frascos de álcool gel.