Os carros antigos mais conhecidos fizeram sucesso na vida de muitos brasileiros, até hoje tem pessoas que são apaixonadas por esses automóveis. O entusiasta Fernando Siqueira Carvalho é um deles, ele fala que sempre foi apaixonado nos carros modelos antigos, como o Volkswagen Fusca, Parati, Gol, entre outros. Atualmente, Fernando estuda alguns carros antigos da Renault e escreveu um pouco da história do Renault Dauphine.

O Renault Daphine foi criado na França em 1956, e chegou no Brasil em 1959, logo que chegou, não fez tanto sucesso, já que o fusca estava em alta aqui no país. O automóvel foi o primeiro a ser fabricado aqui no Brasil pela Willys-Overland, com a licença da Renault. Desenvolvido logo após a Segunda Guerra Mundial ele acabou fazendo mais sucesso nas pistas do que nas ruas brasileiras.

Além de ser conhecido no Brasil, Fernando Siqueira Carvalho lembra que o carro fez sucesso em diferentes países como, Argentina, Espanha, Itália, México, entre outros. Aqui no Brasil, ele começou a fazer um pequeno sucesso por conta do preço e principalmente pelo custo da manutenção ser mais em conta, além de que o consumo do combustível era baixo.

O automóvel acomodava muito bem uma família de 5 pessoas, por ser espaçoso, Fernando Siqueira ressalta que o porta-malas do carro ficava situado na dianteira do veículo. Desde quando o Dauphine foi fabricado aqui no Brasil, ele teve cerca de 24 mil unidades a venda, já o seu irmão mais conhecido e mais potente Goldini fez mais sucesso entre os brasileiros e foram vendidos cerca de 41 mil unidades até 1968, Afirma Fernando Siqueira Carvalho.

O Renault Dauphine ficou conhecido nos Estados Unidos como o “carro frágil”, por ter essa fama no exterior, o automóvel não desbancou o fusca na época, até porque muitos brasileiros que compraram o Dauphine reclamavam que ele era muito fácil de quebrar após alguns meses de uso, informa Fernando Siqueira Carvalho.

Mesmo após todos os boatos e informações sobre o Renault Dauphine, tem pessoas que gosta e que até hoje são apaixonadas pelo modelo compacto do automóvel, finaliza Fernando Siqueira Carvalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui