O Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes nasceu no estado do Rio de Janeiro, especialista em urologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é mestre e doutor na mesma especialidade pela Universidade Federal de São Paulo. Dessa forma, imbuído de muito conhecimento acerca do assunto, comenta à nossa redação acerca da curvatura peniana e em como essa condição pode afetar a vida do homem.

“O corpo humano possui particularidades e propriedades únicas, em se tratando do órgão genital masculino isso não seria diferente”, afirma o Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes. O pênis pode apresentar curvaturas mais ou menos acentuadas e o que difere para um problema maior é o grau que elas apresentam, se causar incômodos ou problemas na vida do homem, é um problema a ser resolvido e merece a devida atenção.

Se o penis ereto apresentar uma curvatura sinuosa leve não há uma configuração de distúrbio ou patologia, porém, se exibir um grau muito acentuado na tortuosidade, é necessário o tratamento dessa patologia, conhecida como curvatura peniana congênita. Vale ressaltar que o indicativo e o fator primordial para a definição desse distúrbio consiste no nível de insatisfação e incômodo do homem.

“Quando a incidência dessa condição ocorre desde o nascimento, é denominada, como dito anteriormente, como curvatura peniana congênita”, afirma o Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes. ela também pode ser desenvolvida com o passar do tempo, sendo a doença de Peyronie a patologia mais conhecida causadora desse distúrbio. Além disso, outro fator para a gênese de uma curvatura peniana acentuada é o uso de medicamentos injetáveis no pênis, ocorre, por exemplo, no tratamento da disfunção erétil.

O principal incômodo é, sem sombra de dúvidas, o ato sexual. Com o penis ereto, é exibida, dessa maneira, a curvatura, sendo um grande incômodo na realização das práticas sexuais. Dessa forma, é necessário a realização de um acompanhamento médico e o tratamento para que assim haja uma melhora na qualidade de vida do paciente.

O tratamento pode seguir diversas diretrizes, há uma gama de processos que podem ser realizados, a depender de alguns fatores, como a causa, o grau etc. Se for uma curvatura leve, não é necessária a realização de maiores interferências, contudo, se for algo realmente incisivo e problemático, a interferência médica é essencial para a solução deste problema.

Nesse segundo caso é recomendável a realização de um procedimento cirúrgico, “há diversas técnicas que podem ser empregadas e, basicamente, existem dois tipos de cirurgia: as plicaturas e as rotações”, afirma o Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui