Segundo o grande viajante Marcio Alario Esteves, a Argentina é um dos maiores países produtores de vinho atualmente. Com mais de 200 mil hectares e 25 mil vinhedos, a rota do vinho chama atenção dos turistas e apaixonados por vinhos.

Marcio Alario Esteves revela que a rota se inicia em Buenos Aires, possuindo três zonas de enoturismo localizadas ao sul. Cercada por montanhas, é uma área com características ideais para o cultivo de uvas como a Malbec, Pinot Noir e Tempranillo, além de contar com um cenário turístico incrível.

Por lá, Marcio Alario Esteves explica que é possível realizar diversos passeios curtos em um único dia, exemplos disso são a Finca Don Attilio – vinícula a qual os turistas podem fazer degustações, caminhar pelos arredores e obter produtos vinhoterapeuticos -, e a região Entre os Rios, que, mesmo sendo pouco conhecida, é onde se encontram vinícolas como a Viñedos e a BordeRías Bodega.

De acordo com Marcio Alario Esteves, o destino é ótimo para ser aproveitado em dias quentes e possui uma variedade incrível de hotelarias e restaurantes para complementar a experiência, principalmente pelo litoral, onde, Marcio Alario Esteves revela que é possível encontrar adegas onde os vinhos assumem outras características, com variedades como Cabernet Franc, Merlot, Chardonnay, Sauvignon Blanc, Syrah e Sémillon.

Para finalizar, a rota do vinho segue até a província de Córdoba, concentrando o maior número de vinícolas de vinhos artesanais. Marcio Alario Esteves conta que além de conhecer vinhos clássicos como os elaborados pela uva exótica Framboá, você poderá se encantar com um país belíssimo e cheio de cultura.

Marcio Alario Esteves conta que trata-se de uma rota que pode ser planejada para ser feita em qualquer época do ano e promete uma experiência inigualável, principalmente aos apaixonados por essa bebida tão histórica que é o vinho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui