O Ministério da Saúde (MS) informou que a operação logística de envio das vacinas contra  a Covid-19 para todos os estados do Brasil foi concluída. Segundo a pasta, todas 26 unidades da federação e o Distrito Federal já estavam com as doses na manhã desta terça-feira, 19, dois dias depois da aprovação do imunizante pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A operação do ministério teve apoio dos Ministérios da Defesa e da Justiça, além das companhias aéreas privadas Azul, Gol, LATAM e Voepass. A Força Aérea Brasileira (FAB) também auxiliou no transporte para 11 capitais e para cidade de Tabatinga, no Amazonas, onde a vacinação começou nas aldeias indígenas.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, comemorou o fim da operação, dizendo que o processo foi acelerado, uma vez que a previsão inicial era de até cinco dias. O comandante da pasta também agradeceu os profissionais do SUS que estão atuando na linha de frente da vacinação e garantiu que o ministério está atuando na compra de “milhões de doses” de vacinas de outros laboratórios. No momento, apenas a Coronavac, desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac, está sendo utilizada na imunização, sendo que a estimativa do governo é vacinar 3 milhões de pessoas com as doses disponíveis.