Pelo menos 22 pessoas foram autuadas pela Polícia Militar de São Paulo por promover festas e aglomerações nos dois primeiros dias de Carnaval na capital. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública do estado, nos dias 12 e 13 de fevereiro, 62 inspeções foram feitas por equipes de policiais acionadas por órgãos municipais e pela vigilância sanitária. O reforço policial para evitar as aglomerações no estado conta com a escalação de mais de 30 mil oficiais e é feito com ajuda de drones e de aeronaves. Nesta terça-feira, 16, o governador João Doria anunciou que “centenas” de festas e pancadões foram impedidos pela Operação Paz e Proteção e afirmou que o estado não pode “relaxar as medidas de proteção”. Entre os dias 1 e 27 de janeiro, com operação semelhante para evitar as aglomerações no período de verão, 614 inspeções e 114 prisões foram feitas em todo o estado. Até o momento, o estado de São Paulo tem 1,9 milhões de infectados e 56,7 mil mortos pela Covid-19.