A Prefeitura do Rio de Janeiro informou por meio de um boletim epidemiológico que as 33 regiões administrativas estão com alto risco de contágio da Covid-19. Na semana passada esse número era de 28 regiões e apenas cinco estavam classificadas como risco moderado. O anúncio foi realizado nesta sexta-feira, 22, e teve a presença do prefeito Eduardo Paes que pediu à população mais consciência. Ele atribui a alta dos casos principalmente aos jovens. “Não dá para ficar curtindo a vida a valer. Não dá para ficar na balada. Dá para sair, ir para os espaços públicos, mantendo o distanciamento social e usando a máscara. O comércio está aberto. As atividades comerciais, inclusive as noturnas e restaurantes, estão abertos”, disse. “Mas não dá, principalmente os mais jovens na sua animação, tenham consciência do que estamos vivendo, para que possamos continuar nessa normalidade com restrições”, completou.

O indicador da Prefeitura é feito de acordo com o número de internações e de óbitos em cada região. No levantamento divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde na quinta-feira, a cidade apresenta 16.543 mortes e 182.713 casos. São 582 pessoas hospitalizadas na rede municipal, sendo 224 em Unidades de Terapia Intensiva – UTI. Já na rede SUS, são 1.017 internados e 504 em UTIs. A Prefeitura também informou que o número de leitos abertos na cidade desde o início do mês chegou a 200, com mais 50 vagas criadas nesta semana. Os novos leitos estão nos hospitais municipais Souza Aguiar, Salgado Filho e de Piedade e no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).