O Ministério da Cidadania publicou portaria no Diário Oficial da União desta terça-feira, 26, autorizando um novo lote de R$ 248,6 milhões em repasses do auxílio emergencial para 196 mil pessoas. Segundo nota da pasta, o grupo inclui cerca de 191 mil pessoas que contestaram a suspensão do benefício no site da Dataprev entre 7 e 16 de novembro e entre 13 e 31 de dezembro de 2020, além de outras cinco mil pessoas que tiveram os pagamentos reavaliados em janeiro de 2021.

O ministério explica que os 196 mil beneficiários receberão de uma vez só todas as parcelas atrasadas a que têm direito. Eles começarão a receber a quantia a partir de quinta-feira, dia 28 de janeiro, tanto para saques quanto transferências e pagamentos. “Ao longo dos meses, o Governo Federal realizou uma série de cruzamentos de diferentes bases de dados para verificar a elegibilidade dos cidadãos ao auxílio emergencial. Com isso, evitamos fraudes e garantimos que os recursos chegassem a quem realmente necessitava. Ao mesmo tempo, criamos canais digitais para permitir que cidadãos que tiveram o benefício suspenso pudessem recorrer, regularizar pendências e ter os repasses reativados, sempre na perspectiva de que ninguém ficaria para trás”, disse o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.