Na última semana, viralizou nas redes sociais uma imagem emocionante do enfermeiro Raimundo Nogueira Matos abraçando um paciente com Síndrome de Down para que ele recebesse oxigênio durante o tratamento da Covid-19, no hospital de campanha de Caapiranga, no Amazonas. O paciente era Émerson Júnior, de 30 anos, que faleceu por volta das 9h30 da manhã desta quinta-feira, 28, no Hospital das Clínicas de Manacapuru. A Secretaria de Saúde do Amazonas informou que Émerson apresentava um quadro clínico grave da doença. O paciente aguardava uma estabilização do caso para poder ser transferido para um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Manaus.

Perguntada sobre o leito de UTI para Émerson, a secretaria afirmou que ele “estava recebendo assistência da unidade hospitalar em que se encontrava internado, na tentativa de estabilizar o quadro de saúde, para que a transferência pudesse ser realizada com segurança para Manaus”. De acordo com a pasta, as remoções obedecem critérios definidos pelos médicos da Central Única de Regulação de Agendamento de Consultas e Exames (CURA), entre eles o de gravidade do caso e condições clínicas para que seja realizada a transferência.