O primeiro-ministro da França, Jean Castex, anunciou que não haverá flexibilização das medidas de lockdown que estão em vigor no país na noite de Réveillon. Dessa forma, os franceses terão que obedecer ao toque de recolher e permanecer em suas casas a partir das 20h da noite do dia 31 de dezembro. No entanto, o governo abriu uma exceção para o dia 24, quando as famílias poderão celebrar o Natal sem restrições de horários. As declarações foram feitas durante uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira, quando Castex justificou que as contaminações pelo coronavírus estão se mantendo em um nível elevado apesar dos esforços. No último dia, a França tinha registrado 14 mil novos casos da Covid-19. Anteriormente, o presidente Emmanuel Macron havia aberto a possibilidade de retirar o lockdown caso as notificações diárias da doença ficassem abaixo de 5 mil, o que ainda parece estar longe de acontecer.

*Com informações de agências internacionais