O governo da Itália informou que foram registradas 853 novas mortes por Covid-19 nesta terça-feira, 24. Com isso, o país atingiu o maior número de óbitos diários desde 31 de março, quando foram registradas 837 vítimas atais. Em comparação com os números da última segunda quando foram registrados 630 notificações de morte, houve um aumento de cerca de 35% em 24 horas.  Com isso, o número total de vítimas da doença desde o começo da pandemia chega a 51.306. No mesmo período, foram realizados 188 mil testes de detecção que contabilizaram 23.232 casos. Isso representa uma taxa de positividade por teste de 12,3%, mostrando melhora em relação às últimas semanas. Mesmo com a queda, autoridades do Ministério da Saúde dizem que a situação é grave e que as mortes anunciadas são uma “péssima notícia”. A região mais afetada foi a Lombardia, que teve quase 5 mil casos nesta terça. Roma e Toscana registraram cerca de 2,5 mil casos cada. O governo também informou que 34.577 pessoas seguem internadas em hospitais, com 3.816 em unidades de terapia intensiva (UTI).

*Com informações da EFE