O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu indiretamente na manhã deste domingo, 15, a vitória de Joe Biden na eleição americana de 2020. A vitória de Joe Biden foi confirmada, em 7 de novembro, após o triunfo no Estado da Pensilvânia, que deu ao democrata 273 delegados eleitorais. “Ele só venceu aos olhos da imprensa das fake news”, escreveu o presidente em seu Twitter. É a primeira vez que o republicano diz que o adversário “venceu”. O presidente, no entanto, reafirmou a tese de que as eleições americanas foram fraudadas. Sem apresentar provas, ele tuitou “eleições fraudadas. Nós ganharemos”. Em seguida, disse não admitir a vitória. “Eu não admito nada! Nós temos um longo caminho pela frente. Essa foi uma eleição manipulada”, acusou.

“Ele venceu porque a eleição foi manipulada. Nenhum observador ou observador de voto é permitido, voto tabulado por uma empresa privada da esquerda radical, Dominion, com uma má reputação e equipamento ruim que nem poderia se qualificar para o Texas (que ganhei por muitos!)”, escreveu mais cedo. O presidente voltou a acusar a imprensa de divulgar fake news. “A mídia falsa e silenciosa”, declarou. “Todas as ‘falhas’ mecânicas que aconteceram na noite da eleição foram, na verdade, eles sendo pegos tentando roubar votos. Eles tiveram muito sucesso, porém, sem serem pegos. Eleições pelo correio são uma piada de mau gosto!”, disse em outro tuíte.