Calçado que pertenceu à rainha guilhotinada na Revolução Francesa é feito de pele de cabra e seda. Leiloeiro mostra sapato de Maria Antonieta vendido por R$ 282 mil
Reuters/Christian Hartmann
Um sapato branco que pertenceu a Maria Antonieta (1755-1793), feito de pele de cabra e seda, foi leiloado neste domingo (15), em Versalhes, a oeste de Paris, por 43.750 euros (R$ 282 mil), anunciou a casa de vendas Osenat.
O sapato está em boas condições. Mede 22,5 cm de comprimento e é feito de pele de cabra com seda na ponta, sola de couro e salto de 4,7 cm.
No peito do pé, apresenta um detalhe de quatro fitas plissadas sobrepostas.
O calçado teria chegado às mãos de Marie-Emilie Leschevin, uma amiga de Madame Campan, a primeira criada da rainha, e teria sido conservado para as gerações futuras.
Em maio, um baú da “suíte” de Maria Antonieta e uma grande toalha usada durante sua coroação, em 1775, foram leiloados por quantias consideráveis, um sinal do fascínio que esta rainha austríaca guilhotinada após a Revolução Francesa ainda exerce.
Veja os vídeos mais assistidos do G1