Receita líquida da operadora atingiu R$ 4,706 bilhões, apresentando uma queda de 5,9% em relação ao mesmo período do ano passado. Oi registrou prejuízo líquido de R$ 2,638 bilhões no terceiro trimestre, queda de de 54,1% em relação ao mesmo período de 2019 e recuo de 22,6% ante o 2º trimestre.
A receita líquida consolidada da operadora atingiu R$ 4,706 bilhões, apresentando uma queda de 5,9% em relação ao mesmo período do ano passado e crescimento de 3,6% em relação ao 2º trimestre.
Já a receita líquida das operações totalizou R$ 4,648 bilhões, queda de 6,2% na comparação anual e alta de 3,5% em relação ao 2º trimestre.
O resultado operacional medido pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) subiu 9,3% na comparação anual, para R$ 1,48 bilhão.
A empresa de telecomunicação está recuperação judicial desde 2016 e colocou alguns ativos à venda em esforço para sair da reestruturação.
Vídeos: veja últimas notícias de economia no Brasil e no mundo