A China parabenizou nesta sexta-feira (13) os democratas Joe Biden e Kamala Harris pela vitória nas eleições presidenciais americanas. “Respeitamos a escolha do povo americano e enviamos as nossas felicitações ao senhor Biden e à senhora Harris. Entendemos que o resultado das eleições americanas será decidido segundo suas leis e seus procedimentos”, comentou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Wang Wenbin.

Esta é a primeira vez que a China reconhece oficialmente os resultados das eleições dos EUA projetados pela imprensa americana, quase uma semana após Biden ter declarado vitória. China e EUA mantém relações tensas que pioraram rapidamente desde março de 2018, quando o presidente americano, Donald Trump (que ainda não reconheceu a derrota eleitoral), iniciou uma guerra comercial entre os países.

O que começou com uma aplicação de taxas mútua e negociações para tentar equilibrar a balança comercial (amplamente vencida pelo lado chinês), se ampliou para outros setores. Com o passar dos meses, a situação derivou uma “guerra fria” nos âmbitos de tecnologia e estratégia. Trump acusou a China diversas vezes de ser a responsável pela pandemia de Covid-19, inclusive chamando o novo coronavírus de “vírus chinês”.

*Com informações da EFE