A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) prevê que a energia no Amapá será 100% reestabelecida até quarta-feira (18). O prazo é mais curto do que o informado mais cedo nesta sexta (13) pela Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), que prevê normalizar o fornecimento até 26 de novembro.
Uma fonte graduada da Aneel afirmou ao blog na tarde desta sexta que, entre domingo (15) e segunda-feira (16), chegam ao estado geradores que injetarão no sistema 60 megawatts. Essa energia vai se somar à que já está sendo gerada no Estado por meio da usina hidrelétrica de Coaracy Nunes e o àquela que está sendo suprida pelo transformador da subestação de Macapá.
Amapá: racionamento de energia é prorrogado até 26 de novembro
Segundo a fonte, o prazo de 13 dias – até 26 de novembro – dado pela CEA se refere à chegada em Macapá de um novo transformador, vindo da subestação de Laranjal do Jari, no sul do estado, a cerca de 265 quilômetros da capital.
Até a chegada e instalação desse transformador, a energia fornecida por geradores a diesel que foram alugados via chamada pública.
A fonte afirmou ainda que a Aneel determinou ao Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) uma varredura em todo o sistema interligado nacional para encontrar situações que possam gerar problemas de interrupção no fornecimento de energia semelhantes ao que atinge o Amapá desde a semana passada.