Vendas online da empresa saltaram 182,3% no período, passando a representar 22,9% do faturamento. Vivara registrou lucro líquido de R$ 36,1 milhões no terceiro trimestre
Divulgação
A Vivara registrou lucro líquido de R$ 36,1 milhões no terceiro trimestre, queda de 8,7% na comparação com o mesmo período de 2019, mas a receita líquida voltou ao nível pré-pandemia, com o ecommerce mantendo o ritmo acelerado.
A receita líquida cresceu 1% ano a ano, para R$ 242,6 milhões. As vendas online saltaram 182,3% no período, passando a representar 22,9% do faturamento, enquanto as vendas mesmas lojas (SSS) — lojas físicas e ecommerce — caíram 3,9%.
“No terceiro trimestre, nossa receita voltou ao mesmo nível do mesmo período de 2019, com setembro já apontando para um crescimento de 7,2%, com SSS positivo”, afirmou a rede de joalherias no material de divulgação do balanço.
O resultado operacional medido pelo Ebitda teve acréscimo de 0,4%, para R$ 63,6 milhões, com a margem ficando em 26,2%, de 26,3% um ano antes. Em termos ajustados, o Ebitda caiu 7,4%, a R$ 49,6 milhões, com a margem passando de 22,3% a 20,4%.
A companhia afirmou ainda que em 2021 voltará a buscar expansão orgânica mais acelerada, com a perspectiva de adicionar entre 40 a 50 novas lojas, de Vivara e Life, entre outros projetos.