Rede de supermercados teve prejuízo líquido de 58 milhões de euros, afetado pelo efeito cambial negativo registrado no Brasil. Supermercado Dia, no bairro Jaraguá, em Piracicaba
Araripe Castilho/G1
A rede de supermercados espanhola Dia voltou a registrar prejuízo líquido no terceiro trimestre, pressionado pela variação cambial do real, mas teve alta moderada nas vendas e um resultado operacional positivo.
No trimestre encerrado em setembro, as vendas atingiram 1,679 bilhões de euros, o que representa um aumento de 2,5% “graças aos esforços de transformação ainda em curso e apesar da redução da rede de lojas e do efeito cambial”, disse a empresa.
A empresa teve prejuízo líquido de 58 milhões de euros, ante prejuízo de 86 milhões no terceiro trimestre de 2019, afetado pelo efeito cambial negativo registrado no Brasil.
O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) em termos ajustados foi de 32 milhões de euros, em comparação com 16 milhões de euros no ano anterior, “apoiado pelo aumento do volume de vendas, melhora da margem bruta e contínuo corte de custos”.