Compras já somam US$ 56 bilhões, segundo informou o Alibaba. Data foi inicialmente criada por universitários em 93 como um ‘protesto’ contra o dia dos namorados e se transformou no maior evento de vendas online do mundo. Chineses fazem foto na sede da JD.com durante as vendas do “dia dos solteiros”, em 11 de novembro de 2020
Thomas Peter/Reuters
Maior evento de vendas on-line em um único dia do mundo, o “dia dos solteiros” já movimentou na China US$ 56 bilhões em vendas (cerca de R$ 300 bilhões na cotação atual) nesta quarta-feira (11), segundo informou o gigante do comércio digital Alibaba.
O evento, iniciado em 2009, registrou no ano passado o recorde de US$ 38,4 bilhões em vendas.
A data também é conhecida como “duplo onze” por causa do dia em que ocorre (11/11) e começou nos anos noventa no país como uma “comemoração” contra o dia dos namorados. Quatro estudantes da Universidade de Nanquim, uma das mais prestigiadas do país, fizeram um “protesto” em 1993 contra o Valentine’s Day e “a tradicional cultura obcecada pelo casamento” do país.
O Alibaba transformou a data em um festival de compras e ao longo dos últimos anos outras marcas aderiram ao evento.
Seu tamanho é tão grande que seu desempenho é amplamente considerado um indicativo da recuperação econômica pós-pandemia da China.
A logística impressiona. São 3 milhões de pessoas e 4 mil aviões e navios mobilizados para entregar as compras realizadas (veja no vídeo abaixo).
Dia do Solteiro na China é o maior evento de vendas online do mundo
O desempenho até agora é um alívio para o Alibaba Group Holding, depois de perder cerca de 10% do seu valor de mercado na semana passada, quando reguladores suspenderam a listagem de sua subsidiária Ant Group, destaca a Reuters.
Durante o período de promoções costumam ser feitas mais do que o dobro das vendas da Black Friday e da Ciber Monday juntas, dias nos quais os comércios americanos lançam as suas maiores ofertas.
Veja os vídeos mais assistidos do G1