Os Estados Unidos ultrapassaram a marca de 10 milhões de casos de Covid-19 registrados desde o começo da pandemia. A informação é da Universidade Johns Hopkins, que monitora o avanço da doença pelo mundo. Segundo o instituto, foram registrados 10.023.276 casos desde o começo da pandemia, com 237.760 vítimas fatais. O número de casos vem crescendo nos últimos dias, com o país batendo a marca de mais de 100 mil casos diários da doença no dia 4 de novembro, e registrando novos recordes nos dias seguintes.  De acordo com as estimativas foram necessários 10 dias para o número de casos crescer de 9 milhões para 10 milhões.

Com isso, os EUA se isolam ainda mais no topo do ranking de países mais atingidos pela pandemia. Em segundo e terceiro lugares, vêm, respectivamente, a Índia (8,5 milhões de casos) e o Brasil (5,6 milhões de casos). Em relação ao número de óbitos, os EUA continuam no topo do ranking, sendo seguidos, novamente, por Brasil (162 mil mortos) e Índia (126 mil mortos). A marca foi atingida no mesmo dia em que o mundo ultrapassou a marca de 50 milhões de casos da Covid-19. Segundo a Johns Hopkins, foram registrados 50,4 milhões de casos e 1,2 milhão de mortos pela doença. No momento, EUA e Rússia registram aumentos no número diário de casos enquanto diversos países da Europa voltam a adotar o lockdown para conter o avanço da segunda onda da doença.