Companhia terá sede em São Paulo e capital social de R$ 40 milhões. Mercado Livre
Divulgação
O Banco Central (BC) concedeu nesta segunda-feira (9) autorização de funcionamento para a Mercado Crédito Sociedade de Crédito, Financiamento e Investimento, a nova financeira do Mercado Livre. A companhia terá sede em São Paulo e capital social de R$ 40 milhões.
Em 2018, o BC já havia concedido ao MercadoPago, que também pertence ao Mercado Livre, autorização para funcionamento como instituição de pagamento, na modalidade de emissor de moeda eletrônica, com capital inicial de R$ 40,290 milhões, que depois subiu para R$ 128,290 milhões. Este ano, recebeu autorização para prestar serviços de pagamento relativos às modalidades de emissor de instrumento de pagamento pós-pago e de credenciador.
Na semana passada, o Mercado Livre divulgou que teve lucro de US$ 15 milhões no terceiro trimestre. O volume de vendas (GMV) cresceu 62%, a US$ 5,9 bilhões. O volume de novos usuários únicos no trimestre, ou seja, clientes entrando na base, foi de 2 milhões no Brasil. Esse montante total no país é estimado entre 18 a 20 milhões.
Hoje, o Mercado Livre tem uma capitalização de mercado de US$ 73,96 bilhões e é a maior empresa da América Latina nesse quesito, acima da Vale, que tem um valor de mercado de US$ 59,12 bilhões.
VÍDEOS: Últimas notícias de Economia