Os senadores Mitch McConnell e Marco Rubio, dois dos principais líderes do partido republicano, preferiram não demonstrar apoio às acusações de irregularidades nas eleições presidenciais feitas por Donald Trump nesta quarta-feira (4). Durante um discurso televisionado na Casa Branca, o presidente dos Estados Unidos afirmou ter “vencido” a disputa com o seu opositor, Joe Biden, apesar da apuração dos votos ainda não ter sido finalizada. Ao falar da contagem dos votos, que caminha lentamente devido à grande quantidade de cédulas enviadas antecipadamente, Trump afirmou que a situação “é uma grande fraude contra o povo americano” e um “constrangimento” para o país, apesar de não ter apresentado provas disso.

Sobre o assunto, McConnell admitiu que há um número maior de estados que fizeram a votação antecipada e pelo correio, o que faz com que os candidatos tenham que se adaptar as regras. “A decisão dos estados sobre como realizar a eleição não é assunto do governo federal”, avaliou o parlamentar. O senador acrescentou ainda que “afirmar que venceu as eleições é diferente do que terminar a contagem”. Já Rubio se expressou através da sua conta oficial no Twitter com certa ironia. “Levar dias para apurar os votos, legalmente, não é uma fraude”, escreveu. No mesmo dia, ele também afirmou que o resultado oficial das eleições presidenciais só seriam conhecidos depois da contagem de todos os votos emitidos de maneira legal.

Além da recontagem de votos em Wisconsin, a campanha de Donald Trump pediu a interrupção da apuração na Geórgia e na Pensilvânia, onde lidera no momento. Essa postura pode ser motivada pelo fato dos estados começarem a contar os votos enviados pelo correio, onde Joe Biden parece ter vantagem. Segundo o próprio candidato democrata, que também fez um discurso na noite de quarta-feira (4), o seu partido recebeu cédulas favoráveis em 75% dos votos que foram enviados nesse modelo. O ex-vice-presidente de Barack Obama também afirmou que se sente confiante em uma virada na Pensilvânia justamente devido às cédulas que chegaram pelo correio.