A temida e perigosa bala perdida matou mais um jovem no Rio de Janeiro. O professor de Educação Física, Caio Gomes Soares, de 23 anos, foi atingido na cabeça por uma arma de grosso calibre dentro de casa, no bairro do Catumbi, na zona central da cidade. Caio tinha acabado de levantar e foi socorrido pela irmã, mas não resistiu. A mãe dele, que morava na mesma casa, tinha acabado de sair para trabalhar. Há varias versões em torno do tiro que matou o jovem.

A primeira informação, vinda de moradores, é que houve uma intensa tiroteio no morro de domingo (18) para segunda (19) e a policia estaria no local para ver se tinha mortos ou feridos. Moradores disseram também que policiais estiveram no local para tentar reprimir um suposto baile funk. Com a morte de Caio, subiu para 21 jovens e adolescentes vítimas de bala perdida no Estado em 2020. Sete, infelizmente, acabaram morrendo. de acordo com a plataforma Fogo Cruzado, na região metropolitana, são mais de 100 casos registrados de bala perdida.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga