Nesta segunda-feira (19), a organização humanitária Refugees International expressou a suspeita de que os Estados Unidos estejam deportando cidadãos venezuelanos secretamente. Segundo a ONG, o governo de Donald Trump estaria usando rotas alternativas por outros países para contornar o regulamento que, desde 2019, proíbe a existência de qualquer voo direto para a Venezuela. A porta-voz da ONG, Aviva Shwayder, afirmou: “Trinidad e Tobago, um dos países supostamente envolvidos nessas deportações, deve se recusar a cooperar em qualquer retorno forçado de venezuelanos dos Estados Unidos.”

A declaração aconteceu depois que, na última sexta-feira (16), o senador democrata Bob Menéndez afirmou que o governo americano teria utilizado outros países para continuar deportando migrantes venezuelanos pelo menos até março deste ano. Segundo ele, essas deportações aconteceram ano através de voos que paravam em Trinidad e Tobago antes de seguir rumo à Venezuela. Por isso, a Refugees International exigiu que os Estados Unidos esclareçam se deportaram venezuelanos e, em caso afirmativo, deem informações detalhadas sobre essas informações secretas.

*Com informações da EFE