Os partidos Rede Sustentabilidade e Cidadania protocolaram em conjunto, nesta sexta-feira, 16, pedido de perda de mandato do senador Chico Rodrigues (DEM) no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado. O senador foi flagrado na quarta-feira, 14, com R$ 30 mil na cueca durante ação da Polícia Federal (PF) que investigava desvio de recursos públicos no combate ao novo coronavírus em Roraima. O presidente do Cidadania, Roberto Freire, e o porta-voz da Rede, Pedro Ivo Batista, assinam o documento.

O fato foi descrito como “vergonhoso” e a representação pede a pena de perda definitiva do mandato do senador Chico Rodrigues. “No último dia 14, foi amplamente noticiado um fato que envergonha o Senado como instituição da República, o cargo de Senador da República e a sociedade brasileira como um todo”, diz o documento. O pedido destaca que o senador é membro da Comissão Mista do Congresso Nacional criada para acompanhar a situação fiscal e a execução orçamentária e financeira das medidas relacionadas ao novo coronavírus.

Caso comprovada a denúncia, os partidos argumentam que a influência de Chico se estenderia desde a obtenção dos recursos em Brasília até o seu gasto no órgão estadual de Roraima. “Fica claro que o Senador estava no exercício pleno das suas funções perante o Senado Federal quando da alegada prática de delito. Além disso, na perspectiva de que são reais os fatos alegados na denúncia, teríamos o uso das prerrogativas parlamentares para obter vantagem indevida”, justifica.