Os resultados da nova pesquisa pesquisa Ibope com intenções de voto para a Prefeitura de São Paulo foram divulgados nesta quinta-feira, 15. De acordo com os dados, o candidato do Republicanos, Celso Russomanno continua em primeiro lugar, porém seu percentual caiu enquanto os adversários sobem. Na pesquisa divulgada em 2 de outubro, Russomanno aparecia com 26% e agora tem 25% das intenções de voto. Bruno Covas (PSDB) subiu de 21% para 22% e Guilherme Boulos (PSOL) foi de 8% para 10%. O candidato do PT, Jilmar Tatto, foi o que mais subiu em relação à pesquisa anterior. No início do mês ele tinha percentual de 1% e agora está em 4%. Brancos e nulos foram 17% e indecisos 7%.

Segundo o levantamento, Russomano mantém destaque entre os evangélicos e entre aqueles com renda média familiar mensal de até 1 salário mínimo, alcançando 38% e 33% das menções, respectivamente. Entre os eleitores com renda média familiar de mais de 5 salários mínimos esse número é de 18%. Já no grupo de paulistanos com idade entre 35 e 44 anos as menções sofreram uma queda (de 31% para 24%) e entre os católicos variam de 26% para 20%. O Ibope também questionou os entrevistados sobre um possível segundo turno. Na disputa entre Bruno Covas e Celso Russomanno, o atual prefeito levaria a melhor com 40% das intenções de voto contra 39%. Brancos e nulos 18% e Não Sabem 3%.

Assim como em outras pesquisas, Celso Russomanno também se mantém na liderança dos mais rejeitados com 30%. Joice Hasselmann (PSL) vem em segundo como “candidato que você não votaria de jeito nenhum” com 24%. Bruno Covas aparece em seguida com 23%, Levy Fidelix (PRTB) vem com 21% e Guilherme Boulos 18%. Foram ouvidos 1.001 eleitores da cidade de São Paulo entre os dias 13 e 15 de outubro. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Confira abaixo os percentuais de intenção de voto para os candidatos à Prefeitura de São Paulo:

  • Celso Russomanno (Republicanos): 25%
  • Bruno Covas (PSDB): 22%
  • Guilherme Boulos (PSOL): 10%
  • Márcio França (PSB): 7%
  • Jilmar Tatto (PT): 4%
  • Arthur do Val – Mamãe Falei (Patriota): 2%
  • Vera Lúcia (PSTU): 1%
  • Joice Hasselmann (PSL): 1%
  • Levy Fidelix (PRTB): 1%
  • Marina Helou (Rede): 1%
  • Andrea Matarazzo (PSD): 1%
  • Orlando Silva (PCdoB): 1%
  • Filipe Sabará (Novo): 1%
  • Nenhum/branco/nulo: 17%
  • Não sabe/Não respondeu: 7%
  • Antonio Carlos Silva (PCO) teve menos de 1%