A desobediência às medidas de isolamento social custaram caro ao líder do Campeonato Austríaco, o LASK Linz. A organização do torneio puniu o clube, em primeira instância, por violar as normas de segurança sanitárias impostas pelo governo do país.

A equipe terá seis pontos descontados na tabela de classificação, o que no momento significa a perda da liderança, além de ter que pagar uma multa de 75 mil euros, quantia que supera os R$ 443 mil.

O órgão disciplinar da liga abriu um expediente contra o LASK Linz após a divulgação de um vídeo em que era possível ver os jogadores do elenco treinando em grupos, ação que vai de encontro às normas de distanciamento vigentes no país.

Os outros 11 clubes da primeira divisão emitiram um comunicado pedindo medidas contra o comportamento antidesportivo. Na sentença, o órgão classificou a atitude como um desrespeito ao “papel de exemplo a seguir” que os jogadores têm junto à população.

De acordo com a emissora ORF, os dirigentes do LASK Linz anunciaram que irão recorrer da punição. Se houver confirmação em segunda instância, o clube ainda poderá entrar com um novo recurso, e posteriormente, apelar à Corte Arbitral do Esporte (CAS).

Uma decisão final poderia acontecer apenas daqui três meses, quando a previsão é de que o campeonato já tenha sido finalizado. O LASK Linz liderava a fase final com 27 pontos, três a mais que o Red Bull Salzburg, segundo colocado, e sete a mais que o Rapid Viena, que aparece em terceiro e fecha a zona de classificação direta para competições continentais.

* Com EFE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui