SSP diz que medida faz parte de reestruturação feita no serviço. Com mudança, quem precisa do serviço deve fazer deslocamento de mais de 50 quilômetros até Caraguatatuba. Primeira unidade fechada foi em Pindamonhangaba, no início do mês.

A unidade do Instituto Médico Legal (IML) de Ubatuba foi fechada pelo governo estadual. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a medida faz parte de uma reestruturação nos serviços do instituto e que os serviços vão ser transferidos para Caraguatatuba. A prefeitura de Ubatuba tenta reverter a decisão.

O anúncio foi feito em uma resolução publicada em 5 de fevereiro e o IML deixou de funcionar na cidade nesta quarta-feira (26). De acordo com o governo estadual, a medida atende uma resolução publicada no início de fevereiro que estipula a restruturação do IML e do Instituto de Criminalística com definição de sedes dos núcleos e das equipes.

O IML faz o serviço de necropsia – as autópsias em corpos para definir causa da morte e auxiliar em investigações em andamento – além de exames em pessoas que foram vítimas de acidentes de trânsito, agressões e acidentes de trabalho. O último tipo de serviço corresponde a maior parte dos atendimentos, segundo a SSP, e é o que levou a gestão a protestar a medida.

A mudança exige que as pessoas que precisarem do atendimento façam deslocamento de mais de 50 quilômetros até o IML de Caraguatatuba. De acordo com a administração, há três anos eles vem dando suporte financeiro com pagamento e aluguel, água, energia e um funcionário para manter o atendimento e foram surpreendidos com a mudança.

Em nota, a gestão informou que solicitou uma reunião com o secretário de Desenvolvimento Regional do Estado na próxima terça-feira (3) para tentar reverter a medida.

Esta é a segunda baixa no serviço na região. A primeira foi em Pindamonhangaba, que teve o serviço encerrado e transferido para Taubaté.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui