Olá. Temos novos concursos para você.

Saiu o resultado das provas do grande concurso público do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (concurso TJAM). O órgão divulgou por meio do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) nesta terça-feira, 05 de novembro, os resultados preliminares e os gabaritos definitivos das provas objetivas aplicadas no dia 13 de outubro.

O concurso registrou 68.750 candidatos para 160 vagas abertas, 50.825 apenas para o cargo de Assistente Judiciário com lotação em Manaus/AM – veja o resultado do concurso.

A consulta individual ao caderno de provas e aos gabaritos definitivos pode ser feita também pelo site do Cebraspe por meio do preenchimento de dados pessoais.

Os candidatos poderão interpor recurso contra o resultado provisório das provas das 9 horas de 6 de novembro às 18 horas de 7 de novembro de 2019 (horário de Brasília/DF), apenas por meio do site – https://www.cebraspe.org.br/concursos/tj_am_19_servidor

As justificativas de alteração/anulação de gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas sairão na data provável de 12 de novembro. Já o edital de resultado final nas provas objetivas e de convocação para a avaliação biopsicossocial, após avaliação dos resultados será publicado dia 12 de novembro.

Veja o número de inscritos no concurso por cargo/lotação:

Analista Judiciário – Especialidade: Analista de Sistemas – 878Analista Judiciário – Especialidade: Arquivologia – 122Analista Judiciário – Especialidade: Biblioteconomia – 202Analista Judiciário – Especialidade: Contabilidade – 782Analista Judiciário – Especialidade: Direito – 5734Analista Judiciário – Especialidade: Engenharia Civil – 724Analista Judiciário – Especialidade: Estatística – 70Analista Judiciário – Especialidade: Médico do Trabalho – 60Analista Judiciário – Especialidade: Oficial de Justiça Avaliador – 1533Analista Judiciário – Especialidade: Psicologia – 881Analista Judiciário – Especialidade: Serviço Social – 1119Assistente Judiciário (Parintins / AM) – 1707Assistente Judiciário (Tabatinga / AM) – 1347Assistente Judiciário – Especialidade: Programador – 513Assistente Judiciário – Especialidade: Suporte ao Usuário de Informática – 1347Assistente Judiciário – Especialidade: Suporte ao Usuário de Informática Parintins / AM – 72Assistente Judiciário – Especialidade: Suporte ao Usuário de Informática Tabatinga / AM – 46Assistente Judiciário – Especialidade: Técnico de Segurança do Trabalho – 788

O concurso é para admissão de 160 novos servidores e formação de cadastro de reserva nos cargos de Analista e Assistente Judiciário para lotação na Capital/ Manaus e no Interior – Sub-Região do Alto Solimões (Sub-regional: Tabatinga) nas comarcas de Amaturá, Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Santo Antônio do Içá, São Paulo de Olivença e Tabatinga e na Sub-Região do Baixo Amazonas (Centro Sub-regional: Parintins), que envolve as comarcas de Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Nhamundá, Parintins, São Sebastião do Uatumã e Urucará.

O edital reserva 5% das vagas para candidatos com deficiência e 20% para os candidatos negros.

Para candidatos de nível superior são 20 vagas imediatas no cargo de Analista Judiciário nas especialidades de Analista de Sistemas (4), Arquivologia (1), Biblioteconomia (1), Contabilidade (2), Direito (2), Engenharia Civil (2), Estatística (1), Médico do Trabalho (1), Oficial de Justiça Avaliador (2), Psicologia (2) e Serviço Social (2).

Já de ensino médio completo e técnico são ofertadas 140 vagas de Assistente Judiciário, nas especialidades Geral – Assistente Judiciário (111), Programador (10), Suporte ao Usuário de Informática (17) e Técnico de Segurança do Trabalho (2).

O salário será de R$ 4.558,34 para Assistente e de R$ 8.936,96 para Analista. Além do vencimento, o TJ oferece auxílio-alimentação de R$ 1.761,20 e auxílio-saúde de R$ 412,34 por jornada de trabalho de 30 horas por semana.

Os candidatos passaram por prova objetiva com 100 questões para cargos de nível médio e 120 questões para nível superior, envolvendo conteúdos de: língua portuguesa; geografia do Amazonas; legislação institucional e do poder judiciário; acessibilidade; noções de informática e processo digital para especialidades de Analista de Sistemas, Programador e Suporte ao Usuário de Informática; e conhecimentos específicos.

Haverá ainda avaliação de títulos, de caráter classificatório, somente para os cargos de nível superior. Serão convocados para a avaliação de títulos os candidatos melhores classificados por área, conforme o número apresentado no quadro publicado no edital de abertura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui