Desde as Eleições de 2018, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não parou de trabalhar no desenvolvimento de estratégias e ações para enfrentar o fenômeno da desinformação. A página “Esclarecimentos sobre Notícias Falsas” – lançada no pleito do ano passado – foi atualizada, ganhou mais recursos e um novo nome: “Fato ou Boato?”. O site passou a reunir, em um só espaço, todos os conteúdos produzidos para rebater as informações falsas sobre a Justiça Eleitoral.

Segundo a assessora-chefe de Comunicação do TSE, Ana Cristina Rosa, trata-se de uma evolução da ferramenta disponibilizada em 2018, dentro do rol de ações da campanha de esclarecimento ao eleitor, intitulada “TSE contra Fake News”. A campanha rendeu à Corte a indicação como finalista da 16ª edição do Prêmio Innovare, na categoria “Tribunal”, cujo resultado será conhecido no dia 3 de dezembro.

“Nós sentimos a necessidade de agregar todos os conteúdos produzidos pelo Tribunal em um único local. É como se fosse uma versão 2.0 da página de 2018, com mais dados e ferramentas para atestar a veracidade da informação. A ideia é facilitar a vida do cidadão, reunindo informações sobre esse tema numa pagina clean, fácil de navegar e amigável”, disse a assessora-chefe.

O espaço contará também com materiais produzidos pelas instituições parceiras, que aderiram ao Programa de Enfrentamento à Desinformação com Foco nas Eleições 2020.

Fato ou Boato? 

Com um layout mais moderno no formato onepage (todo conteúdo disposto na mesma página), o novo espaço foi dividido em oito áreas: Passo a Passo, Esclarecimentos, Quiz, Mitos Eleitorais, Agências, Posts, Candidatos e Fake News.

Para acessar o site, basta digitar o endereço www.justicaeleitoral.jus.br/fato-ou-boato/ ou, por meio do site do TSE, no centro da página, clicar no banner “Fato ou Boato?”.

No ícone Passo a Passo há dicas de como identificar uma informação falsa. Os tópicos foram desenvolvidos pela Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel), que é parceira do Programa de Enfrentamento à Desinformação com Foco nas Eleições 2020.

Já na seção Esclarecimentos, foram disponibilizados textos e vídeos produzidos durante as Eleições de 2018 com o objetivo de desmentir informações falsas sobre a Justiça Eleitoral, a urna e o voto.  

Logo em seguida, o site apresenta um quiz para os usuários testarem seus conhecimentos sobre o processo eleitoral brasileiro. 

Os vídeos da série Mitos Eleitorais, produzidos pela equipe de Campanhas do TSE, também integram o leque de conteúdos disponíveis no site.

Na sequência, a página conduz o cidadão a um espaço chamado Checagem dos Fatos!, no qual a ideia é que todos conheçam as agências de fact-checking que são parceiras do TSE no Programa de Enfrentamento à Desinformação.

Na parte denominada Posts, estão reproduzidas algumas artes que foram compartilhadas dentro da iniciativa #NaDúvidaNãoCompartilhe, em 2018.

Descendo um pouco mais ou clicando no ícone Candidatos, o usuário é direcionado a um espaço para conhecer o postulante ao cargo eletivo de determinada eleição. O local reúne informações e serviços do TSE e de outras instituições que levam o eleitor a informações sobre as receitas e despesas dos candidatos, se há alguma pendência do político com a Justiça e um contexto sobre o histórico do candidato escolhido na pesquisa.

Por fim, estão reunidos os vídeos e esclarecimentos da série Fake News e Eleições, lançados entre o primeiro e o segundo turno de votação do pleito de 2018. 

“Chegar aos 50 tem vantagens e desvantagens… Não enxergamos as letras de perto, mas enxergamos os cretinos de longe”, postou o ex-governador Zé Filho, que completa 50 anos em alguns meses. (JS)

Dr Pessoa, agora no MDB, está muito animado com sua pré-candidatura à Prefeitura de Teresina em 2020. Henrique Pires é quem está botando panos quentes. Disse que ainda não é consenso no partido. (JS)

Deputados estaduais da comissão de saúde da Alepi fiscalizaram o hospital de São Raimundo Nonato e uma coisa chamou a atenção: o cheiro de tinta. Como se tivessem acabado de pintar, ninguém conseguia nem encostar nas paredes. (JS)

Um juiz do Maranhão considerou improcedente a ação de danos morais de Assis Carvalho contra Wellington Raulino. O nome mais bonito que jornalista chamou o deputado ao vivo na TV foi ‘ladrão’. (JS)

Para piorar a situação do deputado petista, ele ainda vai ter que pagar uma multa por ter declarado que não tinha condições financeiras de arcas com as despesas do processo. (JS)

Os problemas das quedas no sistema do Detran foram resolvidos! Mas calma, os usuários continuam revoltados, a desculpa agora é a falta de internet. (JS)

O jornalista Wellington Raulino não teve pena do deputado Assis Carvalho durante seu programa na TV Tropical. Os nomes mais bonitos que chamou foi ‘desonesto’, ‘ladrão’ e ‘chefe de gangue’. (JS)

Só foi o Luís André assumir o PSL no Piauí que o ex-vereador Antônio José Lira pular fora da sigla. Ele agora está no PSD, de Júlio César. (JS)

A reforma do Centro de Convenções era para ter sido entregue em março passado. Como mais uma vez a data não foi cumprida, a estratégia agora é não marcar mais data e fazer uma solenidade surpresa. (JS)

O agente que tirou um detento do presídio para capinar um terreno foi afastado pela Sejus. Os ‘mandachuvas’ da Casa de Custódia que autorizaram outro preso a sair ilegalmente para transar, continuam lá. (JS)

Antes do show da Marília Mendonça, a Strans orientou que a população fosse de ônibus para a Ponte Estaiada. Desde quando passa ônibus coletivo na Ponte Estaiada? (JS)

Por falar em show da Marília Mendonça, Wrias Moura ficou ‘P. da vida’ com os boatos de tiroteio na Ponte Estaiada. Ele até postou um print da conversa como secretário Fábio Abreu para provar a segurança do evento que ajudou a organizar.

Quem precisar ser funcionário terceirizado de órgão público no Piauí, tem que se preparar para ficar até três meses sem receber salário. (JS)

Assis Carvalho disse que em 2020 quer eleger o máximo de prefeitos do PT no Piauí. Vai precisar mesmo. Dos que foram eleitos em 2016, uma parte foi para o PP de Ciro e outros, mais recentemente, para o PSD, de Júlio César. (JS)

A tecnologia surgiu para facilitar a vida das pessoas, mas no Piauí acontece o contrário. Se não bastasse o eterno problema no ‘sistema’ do Detran, na Farmácia de Medicamentos Excepcionais o caso é mais sério, pois doentes deixam de receber seus remédios.

Único piauiense no segundo escalão do governo Bolsonaro, Avelino Neiva renunciou o comando da Codesvasf e disse em carta que ‘sofreu’ críticas dentro e fora do órgão. (JS)

Depois da saída traumática de Silvio Mendes para o PP, o ex-prefeito já foi convidado para retornar ao PSDB. Está de olho nas eleições do ano que vem, obviamente. (JS)

A Cepisa está no primeiro lugar isolada no ranking de reclamações do Procon. Os problemas mais recorrentes dos consumidores são cobrança indevida e quedas de energia. (JS)

O prefeito de Luís Correia, Kim do Caranguejo, não tem gostado das notícias sobre a situação das escolas da cidade. A assessoria está nervosa com os meios de comunicação e não deixa ninguém tirar foto dos colégios. (JS)

Antônio José Lira diz que vai ser candidato pela Prefeitura de Teresina em 2018. Seu irmão, o deputado Átila Lira, diz que pode apoiá-lo, mas que vai tentar abrir seus olhos… (JS)

A prefeita Vilma Amorim, de Esperantina, exonerou todos os comissionados e prestadores de serviços. Suas lideranças estão revoltadas e dizem que ela não ganha eleição nem para líder de bairro. (JS)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui