A Polícia Federal instaurou 32 inquéritos para investigar garimpos ilegais na Amazônia em Mato Grosso de janeiro a 25 de outubro. O estado é o segundo no país com maior número de investigações abertas, atrás de Rondônia, com 51 casos abertos.

Segundo levantamento divulgado pelo site O Globo, em 2019 a Polícia Federal abriu 165 investigações sobre mineração ilegal na região da Amazônia Legal. Na comparação com 2018, houve um aumento de 17%.

Em Mato Grosso, uma dessas investigações levou à implosão de um garimpo ilegal de ouro em Aripuanã (1.002 km a noroeste de Cuiabá), na Serra do Expedito.

No local, mais de duas mil pessoas exploravam o minério, o que aumentou o número de crimes no município e também os casos de malária, por causa do desmatamento da mata nativa, que abriga o mosquito transmissor.

Só Notícias é o primeiro jornal virtual do interior de Mato Grosso, há 18 anos no ar com as melhores informações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui