(foto: Cleia Viana/C?mara dos Deputados) A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News ouvirá, na tarde desta terça-feira (5/11) o jornalista Allan dos Santos, fundador do blog conservador Terça Livre. Na semana passada, em seu depoimento, o deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) acusou o jornalista de comandar uma rede de notícias falsas e grupos de ataques virtuais. Allan dos Santos foi convocado pelo senador petista Rui Falcão (SP). Em seu perfil no Twitter, o jornalista postou vídeos a caminho da Câmara, e chegou à reunião com uma blusa amarela com os dizeres “meu partido é o Brasil”. Rui Falcão fez o requerimento acusando o site de propagar fake news e por conta da proximidade do jornalista com a família Bolsonaro.Esse é o principal depoimento da semana, tendo em vista que, nesta quarta-feira (6), os depoimentos serão técnicos, de especialistas em checagem de fatos. Entre os convocados estão os donos dos portais e-farsas e boatos.org. Outro depoimento aguardado, que deve ocorrer em 12 de novembro, é o da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), ex líder do governo no Congresso.Joice afirmou que apresentará prints de grupos de Whatsapp de grupos bolsonaristas planejando os ditos linchamentos virtuais contra parlamentares. No último depoimento, Alexandre Frota apresentou diversos prints, principalmente do Twitter, que comprovariam que Allan, o astrólogo e escritor Olavo de Carvalho, além de assessores de Jair Bolsonaro estariam por trás dos ataques em massa feitos contra adversários do presidente da República.Depoimento

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui