O presidente, Jair Bolsonaro, decidiu deixar o Partido Social Liberal (PSL) e convocou uma reunião na tarde desta terça-feira (12) para comunicar deputados aliados. 

O encontro será realizado no Palácio do Planalto e na ocasião, o presidente deve informar que vai ficar, pelo menor um curto prazo, sem partido.  

Deputados e senadores do PSL considerados traidores como Joice Hasselmann (SP), Delegado Waldir (GO) e Major Olímpio (SP), não foram convidados para o encontro.

A tendência é que o presidente anuncie processo de coleta de assinaturas para a formação de uma nova sigla. 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Conteúdo direto para você:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui