Desde 2017, o youtuber Felipe Neto, com mais de 34 milhões de seguidores, enfrenta uma disputa judicial com o pastor Silas Malafaia, ligado à Assembleia de Deus.

De acordo com o colunista de O Globo Lauro Jardim, os dois acabaram de entrar em um acordo. Até sexta (8), o influenciador digital deverá gravar um vídeo dizendo o seguinte: “Em acordo na queixa-crime (…), venho esclarecer que: eu critico a postura e não concordo com muitas coisas que o pastor Silas Malafaia fala, mas não posso provar e afirmar que ele enriquece através de fiéis.“

A declaração aparece em resposta a uma acusação de Neto ao religioso na época, quando afirmou que Malafaia explorava “a fé das pessoas para enriquecer” em um vídeo a respeito do pastor e sua posição em relação a causas LGBT.

Silas Malafaia está me processando criminalmente, buscando minha condenação à prisão, simplesmente por eu ter acabado com seu esquema de boicotes à empresas q apoiam causas LGBT.

Meu vídeo continua no ar, minha luta contra o processo será até o fim…

Continua na thread. pic.twitter.com/R8YmEpfQD1

— Felipe Neto (@felipeneto) August 5, 2019

Curta a nossa página no Facebook para ver histórias semelhantes

Dê uma classificação geral para o site:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui